Os valores estão em crise

A banalização das notícias de violência, miséria, corrupção, dentre muitas outras, não tem tido mais, infelizmente, tanto impacto em nossas emoções quanto as que trazem a família, e aí, felizmente, como protagonista de algum desaire. Parece-nos que ainda há algum resquício de proteção ao que seja família e seus valores.

Foi assim que, no último dia 20, muita gente se chocou quando policiais de Brasília prenderam uma jovem acusada de forjar seu próprio sequestro. A estudante de direito, 18 anos de idade, foi encontrada por volta das 4h, em uma pousada, enquanto dormia. Ela exigia que a mãe efetuasse o pagamento de R$ 8 mil reais.

Infelizmente, a própria família já foi alcançada pelo que Dr. João Carlos Espada, membro fundador da direção da European Partnership for Democracy, chama de crise de valores e de referências estáveis.

Segundo o catedrático português, cresce nas famílias uma dificuldade em enfrentar uma situação de estabilidade na pregação doméstica, visto que por todos os lados o que se vê é um desmando vertical, fazendo com que tudo e todos tenham pechas negativas, diante de uma sociedade que só vislumbra o hedonismo e as conquistas fáceis, em todos os sentidos.

Em dias atuais, já começamos a ter dificuldades em falar dos valores, porque se instalou entre nós a ideia de que viver uma democracia – arrisca, ainda, o Dr. João Carlos – significa cada um viver os seus valores, não há valores impessoais ou suprapessoais, mas cada um com o “direito” aos seus gostos e buscas.

Irão afirmar que viver numa democracia é aceitar todos os valores, reconhecer igual direito à expressão de todos os valores e, mais do que isso, reconhecer a todos eles igual consideração e respeito. Proferir juízos sobre os valores dos outros é já uma manifestação de autoritarismo que tem de ser condenada.

Vivemos uma espécie de mundo onde cada um faz as suas próprias regras e busca, sobre os seus valores, o que acha certo. É preciso cuidado para não perdemos mais ainda o sentido de viver em sociedade.

José Medrado – mestrando em família na Ucsal e fundador da Cidade da Luz

Categorias

Posts Relacionados

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *