O maior sabotador de sua felicidade

 

 

 

espaço-0009

A sensação de não merecer a felicidade é uma programação mental que pode causar prejuízos lamentáveis em sua vida. O nome disso é sabotagem mental. O sabotador interno é um padrão comportamental que necessita tratamento para ser reciclado. Ele funciona com base no sentimento de não merecimento e do desvalor pessoal.

Uma das formas desse sabotador agir é fazer você sentir-se responsável ou até culpado pelas dificuldades dos outros. As expressões preferidas desse padrão são: “tadinho”, “coitado”, “que dó”, “não aceito o sofrimento de fulano”, “estou sofrendo com o sofrimento dele”, “vou tirá-lo dessa situação”, “estou triste porque sicrano perdeu isso ou aquilo…”, “Não fico bem se ele também não estiver bem”, “meu dia acabou ao saber que meu colega foi despedido.”

Essa forma de agir, ao contrário do que pensam muitos, não é bondade ou caridade, mas doença. A doença de quem acha que tem que se sentir responsável pelas escolhas e acontecimentos da vida dos outros. Ser sensível às dores alheias é algo razoável, faz parte da lei de cooperação social, entretanto, sentir-se responsável ou culpado é algo diferente.

Pessoas que sentem que não merecem o melhor estarão sempre se sentindo um pouco ou muito culpadas pelo que acontece à sua volta. As pessoas bondosas e caridosas de verdade sabem que podem cooperar com o seu próximo, mas tem noção de seus limites e não se desestruturam com o que pertence ao outro, guardando limites dos problemas deles.

Sentir-se culpado pelas coisas boas que a vida te oferece e pelas que você conquista é fruto desse sabotador interno, que é capaz de lhe impedir de ser feliz e usufruir de seus direitos.

Quase sempre, na base dessa programação mental está a baixa autoestima sustentando um volume enorme de crenças derrotistas e limitantes.

Mais uma vez, o remédio do autoamor é a cura para essa conduta que pode trazer problemas sérios ou irreparáveis em sua vida. E para construir uma conduta amorosa com você mesmo comece com quatro etapas fundamentais:

  • Reconhecer que você precisa de ajuda.
  • Buscar essa ajuda.
  • Identificar as crenças sutis que sustentam seu sabotador interno.
  • Iniciar um trabalho de reciclagem emocional com novas posturas e hábitos.

Esse trabalho pode ser feito através de um mapeamento de emoções, técnica fantástica da PNL – programação neurolinguistica, e de acompanhamento psicoterápico no qual serão radiografadas as origens das crenças, suas formas de operar e os caminhos para reenquadrar cada uma delas, apropriando-as ao seu momento atual de vida.

No fundo, o sabotador interno é um alerta da vida emocional pedindo socorro e notificando a você de que muitas formas de pensar já não te fazem o mesmo bem de antes, e que outras estão te causando muita dor desnecessária. Esse alerta não é para te causar mais sofrimento e sim para que você perceba que nasceu para ser feliz.

Categorias

Posts Relacionados

DEIXE SEU COMENTÁRIO

One thought on “O maior sabotador de sua felicidade

  1. Adilson Patricio Gonçalves Reply

    Gostei muito do tema, me identifiquei muito com o assunto.
    Gostaria de ler mais sobre.
    Grato e parabéns

Deixe uma resposta para Adilson Patricio Gonçalves Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *